Programa de Estabilidade: Governo vê economia a crescer 2,3% por ano até 2020

programa de estabilidade 2020

Será a primeira vez que o Governo irá apresentar uma projeção para a expansão do PIB em 2022. O valor deverá ser 2,1%, após um crescimento de 2,2% em 2021.

A economia portuguesa deverá crescer de forma sustentada entre 2018 e 2020, nas projeções do Governo. Após o maior crescimento económico deste século, no ano passado, a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) deverá desacelerar para 2,3% este ano, mas continuar a este ritmo ao longo dos dois anos seguintes.

O Jornal Económico confirmou que os valores inscritos na versão preliminar do Programa de Estabilidade mostram maior confiança do Governo no crescimento económico do país, em comparação com o Orçamento do Estado (OE) para 2018.

Em outubro, o Executivo liderado por António Costa projetava que, em 2018, a economia crescesse 2,2%, após os 2,6% que estimava para 2017. O crescimento do PIB, no ano passado, acabou por ficar em 2,7%, sendo que a procura interna (investimento e exportações) ajudaram a uma expansão da economia ao ritmo mais rápido desde 2000.

O Governo deverá assim rever em alta a projeção para este ano e alinhar com o Banco de Portugal. Os números, que são ainda provisórios e poderão ser atualizados até ao Executivo entregar o documento na Assembleia da República na sexta-feira, são contudo mais otimistas que os da Comissão Europeia e do Fundo Monetário Internacional.

Para os próximos anos, a projeção de uma expansão de 2,3% também é uma revisão em alta face aos 2% que o último Programa de Estabilidade antecipava para 2019. Na altura, a expetativa para 2020 era 2,1%, sendo agora de 2,3%.

Em 2021, o Governo espera uma nova desaceleração da economia, ainda que ligeira. A projeção do Executivo será de um crescimento do PIB de 2,2%, em linha com a última estimativa. Para o ano seguinte, será a primeira vez que o Governo irá apresentar uma projeção, valor que deverá ser 2,1%.

De: O Jornal Económico