Confiança dos consumidores diminui, mas clima económico estabiliza

O indicador de confiança dos consumidores diminuiu entre junho e agosto, após ter atingindo em maio o valor máximo da série, anunciou o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), esta quinta-feira, no relatório sobre os Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores.

Por outro lado, o indicador de clima económico estabilizou em agosto, depois de ter atingido em julho o valor máximo desde maio de 2002.

No mês de referência, os indicadores de confiança aumentaram na Indústria Transformadora e nos Serviços, tendo diminuído na Construção e Obras Públicas e no Comércio, segundo a agência de estatísticas.